Manuela Correia

O eTwinning ‘obriga-nos’ a um olhar mais inteligente sobre os programas para de lá retirarmos aquilo que é realmente importante. Deixa, pois, de ser apenas um ‘caderno de encargos’ que se segue sem questionar, pois temos um mundo inteiro para oferecer aos nossos alunos!

Manuela Correia, professora de Educação Musical no agrupamento de Escolas Dr. Manuel Gomes de Almeida, Espinho


AnaRibeiro

Iniciei os meus projetos eTwinning em 2014 após a frequência do Encontro Regional em Braga. Em 2018, o projeto Digiventurer Teens obteve o Prémio Nacional na categoria 3.ºCiclo. O eTwinning tem dado um importante contributo quer para aprendizagem da Língua Inglesa, ajudando os alunos a utilizar a língua estrangeira em contexto real na comunicação com os alunos dos países parceiros, quer na utilização mais eficiente e variada de recursos da web. O trabalho colaborativo que se estabelece entre alunos/alunos e alunos/professores e professores/professores, permite trazer uma “lufada de ar fresco” na implementação dos conteúdos curriculares, uma melhoria no relacionamento entre os pares e o sentimento de que contribuímos para uma dimensão europeia da educação.

Ana Ribeiro, professora Inglês, professora bibliotecária – Agrupamento de escolas Cego do Maio
 


MarcosMorgado

O eTwinning surgiu na minha vida profissional através da participação numa ação de formação sobre o tema. O meu 1º projeto intitulado “The importance of the Traditional games as a factor of cultural integration” teve como objetivo principal resgatar as tradições lúdico-culturais dos nossos antepassados através da releitura do brincar de antigamente. Este resgate permitiu a todos os países envolvidos um melhor conhecimento sobre o quanto é importante brincar e como podemos, ainda hoje, jogar e partilhar estes jogos com os nossos novos amigos da Europa. Foi com grata surpresa que fomos reconhecidos com o Selos Nacional de Qualidade, Europeu e com o Prémio Nacional. Vamos continuar a trabalhar em prol dos alunos e da integração dos mesmos numa Europa de todos.

Marcos Morgado, professor de Educação Física no Agrupamento de Escolas de Castro Daire


A presença da comunidade educativa da Escola Secundária Maria Amália Vaz de Carvalho na plataforma eTwinning tem sido, desde há já alguns anos e de forma paulatina, uma realidade crescente.
A partilha de materiais produzidos em projetos Erasmus+ KA2, a discussão em fóruns com temáticas diversificadas e muito abrangentes com colegas de outros cantos da Europa, a procura de parceiros para novos projetos, a consulta de propostas de formação para desenvolvimento profissional, fazem com que nós, recorrentemente, acedamos a esta ferramenta.
É uma plataforma educativa onde, em suma, nos sentimos efetivamente parte da mais estimulante comunidade de aprendizagem da Europa.

Ana Melo, professora de Inglês na Escola Secundária Maria Amália Vaz de Carvalho, Lisboa


José Afonso Teixeira

A integração do eTwinning na minha prática letiva tem-se revelado uma oportunidade única para abrir a sala de aula à Europa e para partilhar experiências de ensino-aprendizagem com outras escolas, utilizando como meio de comunicação uma língua estrangeira. O recurso às tecnologias possibilita um ensino integrador de alunos com perfis diferenciados, cativa o interesse dos jovens e conduz a mais sucesso escolar. O eTwinning proporciona também uma excelente oportunidade para desenvolver o trabalho colaborativo em todas as suas dimensões. Um dos principais indicadores da integração deste projeto na prática letiva é a enorme satisfação por ver os alunos progredirem e caminharem e adquirem as competências do século XXI.

José Afonso Teixeira, professor de Espanhol do 3.ºciclo e Secundário, Agrupamento de Escolas de Muralhas do Minho, Valença


CarlaLouro

O eTwinning entrou nas minhas aulas e mudou tudo, tanto para mim como para os meus alunos: cada projeto novo traz muito entusiasmo e motivação para aprender! As distâncias deixaram de ser impedimento para o contato e aprender tornou-se numa festa!

Carla Louro, professora de Necessidades Educativas Especiais, Agrupamento de Escolas de Bonfim,  Portalegre


Maria Silva

O eTwinning está presente na minha prática letiva desde de 2008 e é atualmente integrado no currículo de todas as turmas que leciono. A plataforma tem sido para mim uma fonte inesgotável de inspiração. Tanto a participação nos grupos temáticos como nos eventos de aprendizagem fomentam o trabalho colaborativo em rede com outros professores, com os quais partilho um objetivo comum: promover experiências de aprendizagem colaborativa interculturais estimulantes e inovadoras. Ao utilizarem a língua inglesa em contextos multiculturais e em situações genuínas de comunicação, os alunos não só desenvolvem a sua competência de comunicação na língua estrangeira, como também a capacidade de aprender a conhecer-se e a descobrir os outros e o mundo que os rodeia.

Maria Silva, professora de Inglês no Agrupamento de Escolas de Sátão


Com o eTwinning aprendi a desenvolver formas de comunicação e de trabalho com os meus alunos que nunca antes tinha experimentado, criando neles um entusiasmo pela pesquisa, pela partilha e pelo trabalho colaborativo. O eTwinning abriu-me as portas da Europa e permitiu-me conhecer pessoas que eu nunca julguei ser possível. A troca de experiências, a partilha de ferramentas de trabalho, viajar para outros países, tudo isso tem sido maravilhoso e enriquecedor. Cresci enquanto pessoa e enquanto profissional.

Guilhermina Brotas, Educadora de Infância, Agrupamento de Escolas de Aljustrel


Rosa Medeiros

Já muito foi dito sobre o impacto do eTwinning na vida dos professores e dos seus alunos… De uma forma mais pessoal direi que ganhei uma irmã. Aprendi a usar o aeroporto. Descobri o mundo e inspirei a minha família a viajar. Aprendi com as novas tecnologias o respeito pela diferença e o verdadeiro sentido da tolerância. Fui surpreendida com a palavra “Parabéns!”, pois até lá ninguém me reconhecera, nem eu…

Rosa Medeiros, Professora do 1.º ciclo, Escola Básica 1,2,3/JI Francisco Ornelas da Câmara


Rubina Silva

O eTwinning por ser uma plataforma segura de trabalho colaborativo entre escolas europeias suscitou bastante interesse para além das valências que oferece, permitindo ainda o trabalho online associado ao desenvolvimento de outros projetos como os projetos Erasmus +. O eTwinning tem proporcionado ainda formação online, frequência em seminários e/ ou PDWs bem como a distinção de projetos através da atribuição dos Selos Nacionais de Qualidade e Selos Europeus.

Rubina Silva, Professora do 1.º ciclo, EB1/PE Visconde Cacongo